Segunda, 26 de Julho de 2021 00:28
(63) 9 9271-2341
Polícia Tocantins

Suspeitos são presos por uma série de assassinatos em Tocantinópolis; Polícia diz que crimes são disputa entre facções

Uma operação para capturar os suspeitos e cumprir 14 mandatos de prisão foi deflagrada na manhã deste domingo (4) em Tocantinópolis. Houve ainda ações em Goiás e São Paulo.

04/07/2021 10h13
1.965
Por: Redação Fonte: g1 tocantins
Os suspeitos seriam responsáveis por uma série de assassinatos em Tocantinópolis — Foto: Divulgação/SSP
Os suspeitos seriam responsáveis por uma série de assassinatos em Tocantinópolis — Foto: Divulgação/SSP

A Polícia Civil do Tocantins deflagrou, na manhã deste domingo (4), uma operação para prender cinco pessoas e cumprir 14 mandatos de busca e apreensão. A ação é em resposta a uma série de assassinatos registrada nos primeiros meses deste ano em Tocantinópolis, no extremo-norte do estado. Segundo os investigadores, a cidade vive uma disputa por território entre duas facções criminosas.

 

Ao todo 60 policiais civis participaram da operação, chamada de Prometeu. Um dos homens presos estava escondido dentro de um guarda-roupas. Três das prisões foram em Tocantinópolis, uma em Goiânia (GO) e outra em São Paulo (SP). Ainda não foi detalhado pela polícia o número de pessoas que foram mortas durante as ações dos criminosos.

A operação, que foi coordenada pelo Delegado de Polícia de Tocantinópolis, Tiago Daniel de Moraes e contou com o apoio do Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), Centro Integrado de Operações Aéreas (​CIOPAER), 3ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DEIC - Araguaína) e da 2ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP - Araguaína​).

O delegado declarou que os alvos da operação eram considerados de alta periculosidade e que eles são responsáveis inclusive por execuções em plena luz do dia. Todos os presos vão responder pelo crime de associação criminosa e homicídio, e também serão investigados pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Os detidos em outros estados devem ser transferidos para o Tocantins nos próximos dias. Os que foram capturados em Tocantinópolis foram levados para a Cadeia Pública Local.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias