Segunda, 26 de Julho de 2021 01:24
(63) 9 9271-2341
COVID-19 Tocantins

Filho morre menos de duas semanas após perder o pai, ambos de covid-19 em Araguaína

Ele ainda sofreu um grave acidente um dia depois da morte do seu pai.

29/06/2021 20h49
1.798
Por: Redação Fonte: AF Noticias
Luiz Filho Aguiar era morador de Araguaína / Foto: Divulgação
Luiz Filho Aguiar era morador de Araguaína / Foto: Divulgação

O consultor de vendas Luiz Filho Aguiar Cavalcante, de 33 anos, morador de Araguaína, morreu na manhã desta terça-feira (29) vítima de complicações causadas pela covid-19. O pai dele, o eletricista Luiz Carlos Barbosa Cavalcante, faleceu há 13 dias por causa da mesma doença.

Um dia após o falecimento do pai, Luiz Filho sofreu um grave acidente de trânsito no cruzamento da Avenida 1º de Janeiro com a Castelo Branco, em frente ao Terminal Bandeiras.

O consultor de vendas conduzia uma motocicleta pela 1º de Janeiro quando um carro o atingiu. Ele sofreu fraturas no fêmur e na bacia e foi internado no Hospital Regional de Araguaína (HRA). Luiz Filho estava com a esposa, mas ela sofreu apenas ferimentos leves.

A família suspeita que Luiz Filho tenha sido infectado pela covid-19 enquanto estava internado, pois ele contou à sua irmã, Janaína Aguiar, que um paciente do mesmo quarto havia sido isolado em razão de contaminação pelo coronavírus. "Ele ficou muito preocupado com isso. Porém, ficou sendo monitorado até a última quinta-feira, dia 24/06, quando ele foi chamado para a cirurgia".

Luiz Filho recebeu alta hospitalar no último domingo, dia 27 de junho, e foi para a casa de sua mãe no setor Araguaína Sul, onde estava sendo cuidado. "Na segunda-feira (28) ele relatou muito cansaço, fraqueza e mal estar, solicitamos um atendimento médico domiciliar e ele foi medicado já com suspeita de Covid. Por opção da família, decidimos cuidar dele em casa com todos os tratamentos possíveis, como balão de oxigênio e medicação”, conta Janaína.

Na manhã desta terça (29), Luiz Filho foi levado por uma ambulância para fazer um exame de tomografia que constatou comprometimento de 75% dos pulmões. O laudo aponta infecção pulmonar, incluindo Covid-19.

Horas depois, Luiz Filho passou mal e foi atendido pelo Samu. A equipe médica tentou reanimá-lo por várias vezes, mas infelizmente seu quadro de saúde evoluiu para um infarto irreversível.

Luiz Filho trabalhava em uma concessionária de veículos e era muito conhecido na cidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias