Terça, 26 de Janeiro de 2021 04:38
(63) 9 9271-2341
Anúncio
Tocantins Tocantins

Homem é preso no TO por receptação de pelo menos 9 mil em semijoias

O suspeito teria recebido a carga de um menor de 17 anos e uma mulher de 33 anos

07/01/2021 10h21 Atualizada há 3 semanas
452
Por: Redação Fonte: Norte do Tocantins
Imagem de Divulgação
Imagem de Divulgação

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 94ª Delegacia de Polícia de Peixe, prendeu em flagrante, na tarde desta quarta-feira, 6, um homem de 41 anos pela suposta  prática de receptação, crime previsto no art. 180, do Código Penal Brasileiro. O homem estava em poder de dois mostruários de semijoias, que segundo a vítima, estão avaliados em torno de R$ 9.000,00 (Nove Mil Reais).

De acordo com o delegado-chefe da 94ª DP, João Paulo Ribeiro, o suspeito confessou o crime dizendo que na última terça-feira, 5, recebeu em sua casa os objetos de um menor de 17 anos de idade, que na oportunidade estava acompanhado da namorada, uma mulher de 33 anos. Após receber os dois mostruários de semijoias, o suspeito levou os objetos para a casa de familiares na Zona Rural, na Região do povoado Tucuns, distante cerca de 40 km da cidade de Peixe, local onde os objetos foram localizados e apreendidos pela Polícia Civil.

O menor também foi conduzido para a Delegacia junto com a namorada e, ao ser ouvido pela autoridade policial, confessou ser o autor do ato infracional análogo a furto, por outro lado, a sua companheira negou participação nos delitos, apesar de que alguns objetos subtraídos da vítima foram encontrados na residência dela.

Ainda segundo o delegado João Paulo, os furtos foram praticados durante o final de semana último, sábado dia 02. O menor, ao confessar o furto das semijoias, contou para a Autoridade Policial que praticou o delito durante o dia, aproveitou o momento que a vítima não estava em casa. Ainda de acordo com as declarações dele, adentrou a casa pela porta da cozinha que estava encostada. No entanto, no local há sinais de arrombamento da porta.

De acordo com a autoridade policial, o receptador foi atuado, em flagrante delito, mas recolheu aos cofres públicos a quantia arbitrada como fiança pelo delegado e, desse modo, obteve o direito de responder ao processo em liberdade. Após prestarem esclarecimentos, o menor e a namorada foram liberados, já que não foram presos em flagrante. No entanto, serão responsabilizados pelos dois furtos ocorridos às residências durante o final de semana.

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias