Terça, 26 de Janeiro de 2021 06:30
(63) 9 9271-2341
Anúncio
Tocantins Palmas

PM prende mulher suspeita de furto e encontra mercadorias avaliadas em R$ 50 mil em quarto de hotel

PM encontrou seis aparelhos de TV e aproximadamente 500 peças de roupas furtados de vários estabelecimento na capital. Mulher estava na cidade há cerca de dois dias e agia com o apoio de outras pessoas.

27/11/2020 14h48
254
Por: Felipe de Sá
Imagem de Divulgação
Imagem de Divulgação

Uma mulher, de nome não informado, foi presa nesta quinta-feira (26) suspeita de furtar cerca de R$ 50 mil em mercadorias de vários estabelecimentos em Palmas. A Polícia Militar disse que a suspeita é de Brasília e estava hospedada em um hotel. Ela usava o quarto do estabelecimento para esconder os produtos furtados.

 

Conforme a PM, ela estava na cidade há cerca de dois dias e contava com a ajuda de outras três mulheres para praticar os crimes. No hotel, foram encontrados seis aparelhos de TV e aproximadamente 500 peças de roupas que foram furtadas em várias lojas de grandes redes da capital.

 

A PM disse que, nesta quinta-feira, uma equipe do 1º Batalhão foi acionada para atender uma ocorrência de furto em estabelecimento comercial numa rede varejista, localizada na ACSU-SE 40, antiga quadra 402 Sul.

 

No local, a mulher havia sido detida e confessou ter furtado dois aparelhos de televisão de 32". Disse ainda que teve o apoio de um homem e uma outra mulher para praticar o crime e que, mais cedo, havia levado outros dois aparelhos de TV, no mesmo supermercado.

 

A equipe solicitou apoio do comandante do policiamento da capital e da Agência Local de Inteligência (ALI) que, após analisar as imagens, foi constatado que a suspeita estava atuando com mais três mulheres e que estavam na cidade há apenas dois dias.

 

Após as informações, todos os produtos foram encontrados no hotel. A infratora foi encaminhada para a Central de Flagrantes, juntamente com os objetos recuperados, e foi autuada por furto. Os proprietários e responsáveis pela mercadoria foram informados e tiveram os produtos restituídos.

 

"As lojas precisam redobrar a atenção nesse período de grande movimentação e acionar a Polícia Militar em caso de pessoas suspeitas para que possamos realizar o trabalho de policiamento ostensivo preventivo", disse o comandante do 1º BPM, tenente-coronel João Leyde de Souza. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias