> AXIXÁ: Prefeitura Municipal por decreto quer expulsar 200 famílias do setor Biodiesel

AXIXÁ: Prefeitura Municipal por decreto quer expulsar 200 famílias do setor Biodiesel

Divulgação de Imagem / Blog do Felipe de Sá

O prefeito de Axixá do Tocantins Damião Castro, por meio de um edital de decreto a retirada de 200 famílias que se encontram em morada no setor Biodiesel. Setor do qual foi comprada e doada a empresa Indústria Biodiesel do Tocantins, ainda na gestão do ex- prefeito João de Sousa Lima.

A área doada té equivalente a 14 hectares, área da qual a principal finalidade era a implantação do projeto de biodiesel na região biquense. O projeto estabelecido deixa bem claro que a empresa Indústria Biodiesel do Tocantins, teria cinco anos para colocar em obra o projeto pressuposto, caso não ocorresse a área voltaria a ser de patrimônio público municipal.

Na gestão ainda de Auri resolveu colocar em prática o Artigo IV do projeto de doação, onde ele reassumiria e transformaria em um loteamento social. As adoções se iniciaram em 2014, atualmente a mais de 200 famílias no local. 

A empresa Indústria Biodiesel do Tocantins LTDA já na gestão de Damião Castro, final de 2018  por meio de decreto que a retomada da propriedade particular da área, sendo que atualmente o local se encontra habitado por várias famílias. Mesmo sem ter cumprido suas finalidades a empresa quer retornar ao local tentando expulsar os moradores que ali vivem, realizando o pedido de desligamento de energia e água com o consentimento da Prefeitura Municipal. 

Na tarde desta quinta-feira (13) os moradores fizeram um bloqueia no Rodovia To - 201, onde todo o manifesto só foi concluído após 1h, por conta do acordo feito com a Polícia Militar. 

Até o momento, a Prefeitura Municipal e a empresa Indústria Biodiesel do Tocantins não se pronunciaram e nem tiveram manifesto por conta do ocorrido.

Blog do Felipe de Sá

Postar um comentário

0 Comentários