> Turmas de Ballet de Praia Norte se apresentam no Hospital Regional de Augustinópolis - TO

Turmas de Ballet de Praia Norte se apresentam no Hospital Regional de Augustinópolis - TO

Imagens / Felipe de Sá 
Beleza, delicadeza e muita emoção definiram a apresentação das bailarinas na manhã desta sexta-feira (21). Na ocasião, pacientes, acompanhantes e funcionários tiveram a oportunidade de saírem da rotina hospitalar e contemplar, por meio da dança, As principais músicas que embalam o Filme infantil "Frozen", que contém em sua trilha sonora, músicas como: "Livre estou", "por uma vez na eternidade", "vejo uma porta abrir”, “um dia perfeito”, “No Verão”, “Você quer brincar na neve?
Para José Nogueira, Secretário Municipal de Educação e Cultura de Praia Norte, uma ação como esta é de extrema importância para Praia Norte, pois propicia que as alunas que participam do programa, tenham acesso a horizontes desconhecidos por elas e até mesmo pelo público presente, até o dado momento.
O Ballet Clássico é atividade artística, que não delimita benefícios as suas praticantes. Ele age positivamente na saúde física das crianças, proporciona   concentração, desenvolvimento cognitivo, reeducação postural e etc.
Uma ação como a de hoje reafirma nas mesmas princípios morais e valorativos no que diz respeito as mesmas "Serem Humanas". Afirmou a Professora de Ballet Infantil, Nandara Melo.
De acordo com a Diretora geral do Hospital, Daiane Alves dos Santos, a iniciativa foi desenvolvida pela política de humanização que vem sendo praticada na unidade hospitalar, em parceria com a Professora de Ballet Infantil Nandara Melo e apoiada pela Prefeitura Municipal de Praia Norte, localidade em que as pequenas bailarinas residem. “A arte é a expressão do sentimento.
Neste momento natalino, quando a situação de internação nos deixa mais fragilizados, ações como estas são pensadas objetivando oferecer aos nossos pacientes e aos seus acompanhantes um momento de lazer e descontração, onde, por alguns minutos, estes saem do ambiente da internação e recebem um pouco do aconchego, esperança e conforto, auxiliando assim o êxito do tratamento”, destacou ela.
A Coordenadora do Setor de Humanização, Thais Ângelo Lemos, afirma que o evento visou promover um espaço de humanização através da dança, possibilitando melhor condições de saúde, contribuindo para sensação de bem estar e equilíbrio proporcionando mais autoconfiança e autoestima de todos envolvidos.
Imagem Felipe de Sá 

Imagens / Felipe de Sá 

Postar um comentário

0 Comentários